Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




ARQUIVO - No Mundo dos Famosos
 


Entrevista Especial com EDSON CELULARI

 

Hoje eu entrevisto aqui “No Mundo dos Famosos” um dos mais talentosos atores do Brasil, ele que também é considerado um dos homens mais bonitos da TV brasileira, já deu vida a marcantes personagens na teledramaturgia nacional, como: o Tomás na novela “Amor com Amor se Paga”, o Jean Pierre em “Que Rei Sou Eu?”, o Raimundo Flamel na trama “Fera Ferida”, o Henrique Toledo em “Torre de Babel”, o sedutor tio Glauco na novela “América” e atualmente vem dando um show de interpretação como o Marcelo Barbosa na atual novela das sete da Globo, “Alto Astral”. Nossa “Entrevista Especial” de hoje é com o conceituado ator EDSON CELULARI.

“Eu espero estar sempre estimulado com meu ofício...”.

                                                                                                                (Edson Celulari)

Jéfferson Balbino: Como está sendo dar vida ao Marcelo na novela “Alto Astral” (TV Globo/2014)? O que o público pode esperar do seu personagem?

Edson Celulari: Como vocês viram eu entrei no capítulo 16 desse que é um grande folhetim que é um folhetim clássico com grandes temas, com grandes personagens, com uma ação ágil, o Daniel [Ortiz] sempre muito inspirado, com uma supervisão ótima do Silvio [de Abreu] que coloca tudo no trilho. Eu acho que é uma novela que prende o telespectador que quer se divertir e ver uma boa história com bons personagens, com amores que dão ou não certo, enfim uma variação boa de um bom folhetim.

Jéfferson Balbino: E o que você poderia nos falar sobre seu personagem?

Edson Celulari: Eu faço parte de um núcleo ótimo que não é de comédia, o Jorge [Fernando] até me falou que dessa vez não era como em “Guerra dos Sexos”, mas que era um personagem romântico que vive um triângulo amoroso com as personagens da Silvia Pfeifer e da Christiane Torloni. A personagem da Silvia que é a esposa atual dele está com doença grave, ele é pai de dois filhos adultos e o grande amor da vida dele no passado foi a personagem da [Christiane] Torloni só que vem a ser a melhor amiga da personagem da Silvia então toda vez que eles se encontram saí uma faísca velada entre eles então esse é o drama do Marcelo meu personagem em “Alto Astral”.

Jéfferson Balbino: E você acha que o Marcelo vai terminar logo esse casamento com a Úrsula?

Edson Celulari: Não sei... Em novela tudo pode acontecer né?! (risos). Ele já até tentou, no passado, desfazer o casamento da personagem da Torloni, mas agora ela já é viúva e ela não tem coragem de assumir esse romance.

Jéfferson Balbino: Celulari, como é a sua relação com o espiritismo?

Edson Celulari: Ah Jéfferson, eu sou uma pessoa que acredito em tudo, sou católico, adoro o budismo, acredito em horóscopo, numerologia, acredito em vida após a morte... Sei de cirurgias espirituais então estou disponível para conversar sobre isso com algum especialista na área. Embora até agora eu nunca fosse tocado!


Jéfferson Balbino: Ao longo de sua carreira você já deu vida a inúmeros tipos de personagens ainda existe algum típico específico que você não tenha feito, mas gostaria de fazer?

Edson Celulari: Ainda existem muitos até porque senão vou acabar com a minha carreira. Eu espero estar sempre estimulado com meu ofício e, é sempre assim que eu entro em meus trabalhos para poder me divertir com meu trabalho e colaborar no projeto deixando a minha assinatura de intérprete. Eu espero trabalhar mais uns 30 anos, até os 90 anos e descansar mais 10 anos (anos).

Jéfferson Balbino: Qual dos seus personagens que você guarda um carinho um pouco mais especial?

Edson Celulari: Tem muitos personagens que eu tenho um carinho especial tanto os que fiz no teatro, como os que fiz no Cinema e na TV. Gosto muito do Jean Pierre da novela “Que Rei Sou Eu?”, o Vadinho de “Dona Flor e seus 2 Maridos”, o Flamel de “Fera Ferida”, o Dom Pixote no Teatro, o Asa Branca que fiz no Cinema... Alguns personagens ficam mais na minha memória, outros menos...

Jéfferson Balbino: "Alto Astral” retrata muito as peripécias do destino. Você é uma pessoa que acredita em destino?

Edson Celulari: Acredito! Acho que o destino para alguns já está traçado, mas para outros ele não está definido tem que batalhar (risos). E mesmo para esses que o destino já está pronto ele não é solução, o destino muitas vezes pode ser um peso. O destino é variado e rico de possibilidades.

Jéfferson Balbino: O que é alto astral para você?

Edson Celulari: Acho que é leveza, competência, entrega e verdade.

Jéfferson Balbino: Um dos seus trabalhos marcantes ocorreu na novela “Que Rei Sou Eu?” num possível remake quem você indicaria para dar vida ao Jean Pierre que você magistralmente interpretou em 1989?

Edson Celulari: Eu me indico (risos)... Acho que para refazer a novela “Que Rei Sou Eu?” é muito difícil porque teria que compor um elenco muito bom, mas é claro que é possível renovar o elenco porque tem gente muito talentosa ainda...

Jéfferson Balbino: Você ficaria com ciúmes de ver outro ator dando vida a esse personagem tão significativo?

Edson Celulari: Não, pois com certeza será diferente e não importa se será melhor ou pior eu vou é torcer para que eles tenham um olhar feliz sobre uma história linda como aquela que tivemos e realizamos. Tenho certeza que um novo elenco num remake de “Que Rei Sou Eu?” não vão querer fazer igual fizemos porque não vão conseguir, como ninguém vai conseguir, pois tem que ter um olhar próprio e com certeza terá gente talentosa para reescrever, dirigir e interpretar essa história inesquecível.

Jéfferson Balbino: E você assistiu a reprise da novela pelo Canal Viva?

Edson Celulari: Vi trechos...

Jéfferson Balbino: E como foi se rever após 20 anos?

Edson Celulari: É claro que tecnicamente é uma novela que já está atrasada, pois não tinha HD e tal...

Jéfferson Balbino: Mas a história ainda continua atemporal, né?

Edson Celulari: Com certeza, é um clássico! É uma história capa-e-espada e que comentava a política brasileira. Agora eu te pergunto Jéfferson: a realidade da política brasileira mudou?

Jéfferson Balbino: Infelizmente não né?! (risos)

Edson Celulari: Pois é...

Jéfferson Balbino: Outro trabalho seu que eu admiro muito é o Mariel da minissérie “Decadência” (TV Globo/1995). O que esse trabalho representa na sua carreira? Como você reagiu diante da polêmica que a exibição da minissérie ocasionou?

Edson Celulari: Eu nunca fiz algo tão polêmico, isso que eu ia falar... Eu nunca fiz essa coisa de interação né?! Essa foi uma minissérie que causou impacto não só no Brasil, mas em Portugal também. O [Carlos] Manga que foi o diretor-geral do produto e o Dias Gomes que escreveu toda a situação se estivesse vivo teria escrito outras coisas do tipo também, mas não para provocar, pois a intenção era falar de qualquer líder espiritual que fosse mal intencionado não era só a uma determinada igreja.

Jéfferson Balbino: E foi muito difícil compor, sobretudo, o perfil psicológico desse personagem?

Edson Celulari: Acredita que ainda hoje eu falei desse personagem com o Silvio de Abreu?! Porque ele falava de uma coisa que está presente no nosso dia-a-dia, mas que ninguém vê ou ninguém fala e o Dias teve essa sacada e escreveu de uma forma legal e com a direção resultou num grande produto.

Jéfferson Balbino: Outro personagem seu que foi impecável foi o mendigo/pintor Jean Valjean da novela “Sabor da Paixão” (TV Globo/2002) que embora não seja muito lembrado deixou saudade no público, né?

Edson Celulari: Poxa vida você sabe tudo mesmo da minha carreira hein?! (risos). Foi uma novela de algum tempo, é um daqueles personagens que lembro menos, mas que gostei muito de fazer, ele era um marginal, mas porque havia se perdido na vida e conseguiu retornar a ser um grande artista, era um reflexo da realidade presente nas grandes cidades, tinha aquela coisa do emocional, afetivo e mal resolvido e por isso era um daqueles do Revoltril e do Prozac (risos).

Jéfferson Balbino: Celulari, super obrigado por conceder essa entrevista ao “No Mundo dos Famosos”, foi uma honra ter você como entrevista. Muito mais sucesso e um grande abraço!

Edson Celulari: Obrigado você, abraço!



Escrito por No Mundo dos Famosos às 14h52
[] [envie esta mensagem
] []





Ainda Hoje: Entrevista Especial com EDSON CELULARI



Escrito por No Mundo dos Famosos às 14h49
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]